a

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aenean commodo ligula eget dolor. Aenean massa cum sociis Theme natoque.

Latest Posts

1-677-124-44227
184 Main Collins Street West Victoria 807
info@yoursite.com
iStock 613026810

Tóquio: arte, tradição e muita modernidade.

A primeira coisa que você percebe ao chegar em Tóquio é o céu acinzentado e a infinidade de torres e arranha-céus que lembra uma Manhattan oriental. Reconstruída quase por inteiro depois da 2ª Guerra Mundial, Tóquio é hoje uma das metrópoles mais populosas do mundo, cheia de cultura, arte, e misturando a modernidade com a tradição. Os costumes milenares japoneses aparecem nos templos escondidos em meio a tantas construções modernas, como “detalhes” que atraem pessoas do mundo todo para desvendar as riquezas dessa cultura. O complexo de templos Senso-ji é um verdadeiro tesouro no coração da cidade, e o Templo Asakusa Kannon, em homenagem a Deusa Kannon, é o principal deles. Ao visita-lo, faça como os japoneses e acenda um incenso no grande incensório em frente, e não esqueça de se purificar lavando as mãos e a boca na fonte com uma das colheres de madeira encontradas lá. Outro lugar que merece uma visita é o Santuário Meiji, um santuário xintoísta (religião japonesa) localizado em um bosque dentro de Tóquio. É um grande oásis em homenagem ao Imperador Meiji, responsável pela modernização do país. Se quiser imergir ainda mais na cultura do Japão, participe de uma cerimônia do chá em uma das várias tea houses espalhadas pela cidade, e aprenda a maneira correta de preparar o famoso chá verde, também conhecido como matcha.

<img src=”templo-de-asakusa.jpg

Templo de Asakusa

Quando se trata de gastronomia, pouco do que chamamos aqui de “comida japonesa” é encontrado por lá, com exceção de sushi e sashimi. A comida japonesa legítima envolve muitos legumes e peixes fritos (tempurá), caldos e diversos outros pequenos pratos, como em um rodízio no qual vem tudo ao mesmo tempo, e eu sinceramente saí de alguns lugares sem saber o que eu tinha acabado de comer. Isso acontece porque é prática no Japão montar pratos de comida em resina e deixa-lo exposto em uma vitrine no restaurante, e para os estrangeiros isso facilita, pois é só apontar para o que parece mais apetitoso e rezar para que não esteja comendo nada muito “fora do normal”. É claro que a alta gastronomia também está bastante presente na cidade, como no Jimbocho Den, do chef Zaiyu Hasegawa, queridinho da crítica, e também no Beige, do já conhecido chef Alain Ducasse.

 

<img src=”japonese-food.jpg

Japonese Food

Ao contrário do que muitos pensam, não há tanta gente assim que fala inglês no Japão, taxistas, garçons e outras pessoas que encontramos no dia a dia dificilmente falam outra língua, por isso na maioria dos cartões de hotel, há um texto no verso que diz em japonês exatamente onde você está hospedado caso se perca por aí. Outra curiosidade é a paixão que os japoneses têm com animes, os desenhos e quadrinhos japoneses. Em Tóquio há uma rua no bairro de Harajuko chamada Takeshita, que é voltada para os fãs desta arte, e a maioria costuma circular vestido a caráter por lá (cosplay). Vale visita-la e já emendar em um passeio mais requintado pela Omotesando, a Champs-Élysées de Tóquio. Outro lugar bom para fazer compras de marcas nacionais e internacionais é o bairro de Ginza, um dos mais badalados de Tóquio, mais especificamente na rua Chuo (Chuo dori), que fica fechada para pedestres durante os finais de semana, um ótimo lugar para uma refeição seguida de compras (aproveite para comer no Itamae Sushi, o peixe lá é ótimo!). No bairro de Roppongi tem um complexo de shoppings chamado Roppongi Hills, que abriga diversos restaurantes, entre eles o do estrelado chef Joel Robuchon.

<img src=”roppongi-hills.jpg

Roppongi Hills

Para quem quer conhecer mais sobre a arte japonesa, o lugar certo para isso é o Museu Nacional de Tóquio (Tokyo National Museum), uma enorme coleção de artefatos históricos do país. Por outro lado, o Museu Nacional de Arte Ocidental (National Museum of Western Art) não é tão grande, mas possui quadros de pintores renomados como Monet, Renoir e Gauguin. Além dos museus e todas as maravilhas que essa cidade oferece, os parques de Tóquio são paraísos entre os prédios da cidade, principalmente durante a sakura, que é a floração das cerejeiras, que pintam o cenário de rosa claro. Um lugar bom para vê-las é no parque Ueno, durante a primavera, no bairro de mesmo nome. Falando em coisas belas para ver na cidade, do alto dos 450 m do observatório da Tokyo Skytree, a nova Torre de Tóquio, pode-se avistar o Monte Fuji em dias limpos!

<img src=”tokyo-skytree.jpg

Tokyo Skytree

 

A Copastur Prime indica 3 hotéis para estadia de no mínimo 4 dias em Tóquio.

  • The Peninsula Tokyo
  • The Ritz Carlton
  • Mandarin Oriental Tokyo

You don't have permission to register