a

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aenean commodo ligula eget dolor. Aenean massa cum sociis Theme natoque.

Latest Posts

1-677-124-44227
184 Main Collins Street West Victoria 807
info@yoursite.com
iStock 86287593 MEDIUM

7 cidades imperdíveis para se conhecer na Itália

Uma coisa é certa, uma viagem para a Itália é o tipo de coisa que merece ser degustada devagar e sempre, porque não cansa.

Mas se você não vai ter a chance de viajar para lá de novo tão cedo e quer umas dicas para o seu roteiro ficar incrível, tente colocar uma – ou mais – dessas cidades nos seus planos.

7 melhores cidades italianas

  1. Roma

Reserve pelo menos uns dois dias para conhecer Roma. Coloque na agenda: o Coliseu, uma das atuais Maravilhas do Mundo e que ainda encanta com sua imponência e tamanho. A dica é visitá-lo pela manhã, porque dali você já emenda o passeio às ruínas do Fórum Romano.

Na parte da tarde, aproveite para refrescar-se tomando um gelato e caminhando pela Via del Corso, uma das principais avenidas da cidade, e excelente para fazer compras ou namorar as vitrines.

Coliseu no anoitecer

Coliseu no anoitecer

De manhã é o melhor horário para conhecer o Vaticano, os seus museus e, claro, a famosa Capela Sistina. De acessórios, leve um tênis confortável e um pouco de paciência, porque o local geralmente é lotado de turistas.

Dica importante: quando for planejar sua viagem à Roma, compre os passes “fura-fila”: eles fazem uma diferença enorme no seu dia, já que as filas para o Vaticano e o Coliseu podem demorar até uma hora.

  1. Perugia

A poucas horas de Roma está outra cidade menos conhecida e famosa, mas igualmente simpática. Mas não é por isso que ela não tem lá os seus segredos: no “centro do centro” histórico de Perugia está um dos mais completos museus de arte sacra do mundo.

Além disso, Perugia possui várias cantinas italianas tão rústicas quanto irresistíveis, muitas delas localizadas em balcões com a vista para o vale da Umbria.

 Town Square , Perugia

Town Square , Perugia

Perugia é também a capital do chocolate italiano, é lá que fica a fábrica Perugina, que produz o bombom Bacio (“beijo”, em italiano). Os italianos sabem mesmo ser apaixonantes, não é verdade?

  1. Assis

Uma vez em Assis, você vai descobrir uma cidade especial, com uma aura de paz pouco encontrada por aí. Boa parte disso é por causa de São Francisco de Assis, santo que nasceu, viveu e faleceu na região (seu corpo ainda está enterrado na Basílica que leva o seu nome).


Vamos planejar a sua próxima viagem? Entre em contato ↠


Assis

Assis

Por isso, quando você for, dedique-se a visitar um pouco dos lugares em que ele esteve, como a Igreja de Santa Maria Degli Angeli, o Eremo della Carceri e, claro, a Basílica de São Francisco.

Acredite: mesmo quem não for um católico vai se encantar com a visita, já que todos esses locais possuem uma beleza delicada – e na Basílica ainda é possível ver os afrescos originais de Giotto.

  1. Norcia

Norcia é uma cidade tão pequena que não tem estação de trem; é preciso pegar um ônibus ou ir de carro alugado. Mas compensa cada segundo do desvio.

Norcia é a capital das trufas negras, e é possível reservar um passeio para ir “caçá-las” acompanhado de cães farejadores – a busca pelas trufas acontece nas colinas em torno da cidade, com uma vista encantadora do vale de Norcia.

Castelluccio di Norcia

Castelluccio di Norcia

A experiência é linda e inesquecível: depois das trufas “descobertas”, é possível lavá-las, moê-las e servi-las, fresquíssimas, com pão quente, sal e azeite num piquenique improvisado. E não para por aí: além das trufas negras, Norcia é também a capital dos presuntos crus, especialmente de porcos selvagens.

  1. Florença

Florença era uma das cidades mais poderosas do passado, e até hoje borbulha cultura. Para quem adora respirar arte, esse é o lugar. Igrejas também são uma visita obrigatória: comece pela catedral de Florença e siga para a Santa Maria Novella, ambas de uma beleza interior indescritível.

Florença é extremamente amigável para passear a pé, já que quase todas as atrações são próximas entre si, e não há nada que uma boa caminhada não resolva. Além disso, Florença é cheia de lojinhas charmosas de roupas, acessórios, sapatos, casacos.

Florence

Florence

Outra coisa boa é que Florença é um ótimo ponto de partida para conhecer a Toscana, com suas paisagens amarelas e apaixonantes.

  1. San Gimignano

A cidadezinha tem ainda a aura medieval, com todos o charme e medo que isso significa – lá está, por exemplo, o Museu da Inquisição, com exposições pesadíssimas.

Mas é também encantadora, cheia de vielas, de pequenas vinícolas, de restaurantes deliciosos e escondidos – lá está, por exemplo, “o melhor sorvete do mundo”, que ganhou esse nome porque seu fabricante já participou (e ganhou) de competições mundiais de produção artesanal de sorvete.

San Gimignano

San Gimignano

Uma dica: se você curte umas pedaladas, arrisque ficar em San Gimignano por dois dias e descer a cidade de bicicleta em direção às fazendas ao redor. No mês de setembro é quando acontece a vindima, a colheita das uvas para o vinho!

  1. Riomaggiore

Ela é uma pequena comuna que, junto com Manarola, Vernazza, Corniglia e Monterosso formam a região de Cinque Terre, ou “Cinco terras”. O acesso é demorado e de trem – são três horas de viagem partindo de Milão –, mas esse cantinho merece todo o seu tempo e atenção.

As Cinque Terre são pequenas comunas incrustadas em uma serra toda recortada, com paredões de pedra que despencam no mar da Liguria.

Riomaggiore

Riomaggiore

As trilhas da região também valem a visita. Quem gosta de caminhar, fazer exercício e, de quebra, curtir uma vista bonita, pode se aventurar pelas trilhas que ligam as comunas entre si – todas elas têm o mar como principal companheiro de estrada.

Também preciso falar, claro, na comida: com o mar tão perto, as Cinque Terre são particularmente famosas pela gastronomia com base nos frutos do mar.

You don't have permission to register